Como a confiança ajuda nos relacionamentos?

Posted on 2/10/2015 by UNITED PHOTO PRESS MAGAZINE

Ouço sempre alguém dizer que “a confiança é algo que se conquista”, dessa forma sendo uma conquista – fica fácil entender o porquê muitas vezes ela é perdida. Quando se trata disso pode sempre haver dois lugares – o que vence conquistando e o que perde, se decepcionando.

Devemos tomar muito cuidado para que através de ações impensadas ou palavras mal ditas, a confiança não seja destruída. Mas e quando isso acontece… Como confiar mais, mesmo quando nos decepcionamos?

Amor

Como o amor é sublime, nos envolve de várias maneiras, é por isso que esse sentimento deve ter um companheiro nobre que dignifica qualquer ser humano que é o perdão, sem ele o amor empobrece, a mágoa e o ressentimento aumentam.

Acredito que o amor seja a essência de toda pessoa, da vida! E junto com o perdão é possível ter manifestações de atitudes puras como a humildade, a sabedoria e também uma força incrível que se manifesta através da paciência, onde o tempo e bons pensamentos possam transformar vidas e restaurar almas abatidas.

União

A união gera mais confiança, a capacidade de se colocar no lugar das pessoas agrega emoções benéficas que nos enriquecem diariamente, uma amizade fortalecida pela união dá exemplos de compaixão e empatia que qualificam ainda o crescimento da confiança e é extremamente capaz de cicatrizar feridas profundas que muitas vezes nem sabemos ser quer que existiam.

Lar

Necessitamos de ajuda no primeiro momento em que nascemos, onde somos rodeados de pessoas que nos dão um lar, é através dele que nos conhecemos e nos solidificamos como pessoas capacitadas, porém muitas vezes as pessoas mais próximas de nós acabam nos decepcionando fazendo com que percamos sentimos nobres. Contudo é nessa hora que a capacidade de demonstrar firmeza, segurança naquilo que realmente sabemos que somos, irá fazer com que a confiança seja novamente adquirida.

Devemos viver sem ressentimentos, ser aptos a entender que o que foi dito ou feito não se pode voltar atrás, mas cabe a cada um de nós a grande responsabilidade de viver feliz e fazer as pessoas que estão ao nosso redor felizes, por isso o mais importante é saber que não teremos como principal companheira de nossa consciência a dura e angustiante responsabilidade de que “eu poderia ter sido”, independente dos motivos que possam ter levados a essa perda da confiança, é muito gratificante saber que temos a oportunidade de mudar nosso destino e nos dar segundas e terceiras chances e claro ao outro também. 

Basta querer!