Confira aqui os 10 mandamentos para o sexo ecológico

Posted on 6/22/2013 by UNITED PHOTO PRESS MAGAZINE

Você deixa o carro em casa sempre que pode? Dá preferência aos produtos biodegradáveis? Trocou todas as lâmpadas de casa pelas fluorescentes? Se você se preocupa com o meio ambiente, deve ter esse cuidado em todos os aspectos de sua vida, incluindo… o sexual!

O Greenpeace do México disponibiliza uma cartilha para aqueles que querem preservar a natureza até nessa hora. Confira as dez dicas que eles dão:

1. Apague as luzes
“Toda vez que usamos energia produzida pela queima de combustíveis fósseis, contribuímos para o aquecimento global. Se você reduz o consumo de energia, então a resposta é óbvia: diminuirá o envio de gases de efeito estufa à atmosfera”, diz o texto. Portanto, não pense duas vezes: apague as luzes sempre. A ONG ainda indica velas de cera de abelha e parafina (e não as que são feitas à base de petróleo) para criar um clima romântico. E se você é daquelas que não resiste olhar para o companheiro durante o sexo, simples: faça amor durante o dia.

2. Frutas da paixão… livres de hormônios
Segundo a cartilha, frutas como o guaraná, morango, amora, mirtilo, fambroesa, cereja e outras são afrodisíacas. “Por que não consumi-las orgânicas? Se quer usar algum produto para esquentar o clima, assegure-se de que são livres de transgênicos ou pesticidas”, orienta a ONG. Além disso, a organização faz um apelo para que os alimentos sejam comprados em pequenos comércios dedicados especificamente a esse tipo de produto.

3. Amor a todo custo?
“Ostras e outros mariscos, como os camarões, por exemplo, podem ser afrodisíacos poderosos, mas nossos oceanos estão sendo destruídos em uma escala sem precedentes devido à pesca excessiva para obtê-los. Precisamos parar a destruição por prazer. Em vez disso, você pode apoiar projetos sustentáveis de comunidades onde você pode encontrar produtos, óleos e sabonetes biodegradáveis com aromas que inflamam a paixão. Por outro lado, as ostras são bioindicadores e biomonitores da contaminação que existe ao redor do lugar onde são pescadas, pois acumulam a contaminação. Uma ostra limpa é uma boa ostra, mas, se tem de consumi-las, procure ingerir as que são provenientes de lugares não contaminados ou de grandes cidades costeiras”, diz a cartilha.

4. Amor reciclado
Use embalagens de produtos que tem em casa e decore-as de maneira bonita e sexy para guardar os itens mais utilizados no quarto, como preservativos, lubrificantes, brinquedos, etc.

5. Use ecolubrificantes
Caso você precise – ou goste – de uma ajudinha para aumentar a lubrificação, a recomendação do Greenpeace é usar produtos à base de água ou silicone, que são oferecidos por diversas marcas. Nunca use lubrificantes à base de petróleo, como óleo ou vaselina, por exemplo.

6. Escravo da paixão, não do petróleo
Se você gosta de usar roupas, brinquedos ou objetos de fetiche na cama, opte por aqueles feitos com substâncias naturais, tais como borracha, látex ou pele, e não os de PVC ou vinil, que são bastante comuns. Segundo explica a ONG, o policloreto de vinila, ou PVC, gera uns dos produtos químicos mais tóxicos que existem: dioxinas e furanos. O material já foi proibido na fabricação de brinquedos infantis em diversos países e, segundo defende o Greenpeace, deveria também ser vetade das roupas e brinquedos sexuais, uma vez que é considerado um provável cancerígeno, além de ser derivado do petróleo.

7. Economize água junto com seu parceiro
“Cuidar do planeta nunca foi tão erótico”, diz o texto. Tomando banho juntos, você e seu parceiro economizarão água e sabonete. “Lembre-se que mais de 500 milhões de pessoas não têm acesso a água limpa e corrente. Para elas, o que você faz todos os dias é um luxo. Então, se é um luxo, definitivamente você deve compartilhá-lo com seu companheiro de cama. Estes pequenos grandes prazeres são sempre melhores compartilhados.”

8. Cama sustentável
Você sabe de onde vem a madeira da sua cama? Certifique-se de que o material seja certificado e reconhecido pelo Conselho de Manejo Florestal (Forest Stewardship Council, ou FSC, em inglês), organização internacional que reconhece o manejo sustentável da madeira.

9. Sexo verde
Se você curte “spanking” (palmadas dadas com objetos como varas, palmatórias, etc.), certifique-se de que o objeto utilizado também seja feito de madeira sustentável. Além disso, use óleo de massagem orgânico, bem como roupas íntimas e pijamas orgânicos. “Lembre-se que o processo de produção e branqueamento do algodão convencional é um dos mais poluentes que existem”, alerta o Greenpeace.

10. Faça amor, não faça guerra!